como driblar o mau cheiro nos pés

5 dicas para driblar o mau cheiro nos pés

A transpiração nos pés faz parte de um processo natural do nosso corpo, porém, o excesso de sudorese nessa região pode ser bem desagradável, contribuindo para o mau cheiro nos pés – popularmente conhecido como chulé.

O chulé, nada mais é do que a combinação do excesso do suor e bactérias que se alimentam desse suor, resultando em um cheiro desagradável. Se você tem esse problema, a seguir, Rexona explica o que fazer para evitar o chulé de forma prática.


Chulé: como evitar o mau cheiro nos pés de forma prática

O problema do mau cheiro nos pés está justamente associado ao calor, que estimula a transpiração, e à umidade, que favorece a proliferação de bactérias.

Desde manter os calçados limpos até os pés limpos e arejados, existem várias maneiras bem simples e cotidianas de como evitar o chulé.

1. Invista em sapatos abertos

O mau cheiro nos pés pode estar associado ao tipo de calçado que você usa, por isso, variar o estilo às vezes conta pontos par driblar o chulé.

Uma dica é investir em sapatos que possuam aberturas, pois o uso constante de sapatos fechados, como tênis e botas, mantém os pés abafados e úmidos, sendo o ambiente perfeito para a ação das bactérias. Portanto prefira sapatos abertos para que os pés possam respirar. Os sapatos de plástico também não favorecem uma ventilação adequada, o que pode resultar no mau cheiro nos pés – nesse caso vale lavar os sapatos de plástico com frequência.

No inverno, quando as temperaturas exigem sapatos fechados, lembre-se de arejá-los diariamente e também considere o uso de talcos próprios para os pés, que você confere mais a seguir!

2. Limpe constantemente os calçados

Os calçados são um prato cheio para as bactérias e os fungos, especialmente se não forem higienizados com devida frequência. Lembre-se de dar uma atenção especial aos calçados feitos de plástico, uma vez que os materiais sintéticos vedam completamente a saída de ar. Limpar os sapatos da maneira correta é um passo à frente na hora de evitar mau cheiro nos pés. Para isso, você pode utilizar a versão talco da nossa nova linha Rexona Pés.

3. Considere os talcos e antitranspirantes

Quando o assunto é evitar chulé, o talco para os pés pode ser um grande aliado para combater o problema. O talco ajuda a manter o bom cheiro dos pés, atuando como um desodorante direcionado aos pés. O talco pode ser utilizado como parte da rotina de higiene, visando combater o mau cheiro nos pés de forma prática no dia a dia.A linha de talcode Rexona Pés, através da sua tripla ação contra o chulé, possui ação antibacteriana, combatendo até 99% das bactérias, com controle do mau odor graças a presença de ativos antitranspirantes com o auxílio de fragrâncias de longa duração.

Pensando em como evitar suor nos pés ou caso tenha hiperidrose plantarAbrir em uma nova janela

, é recomendado um aerossol desodorante, como a versão em aerossol da linha Rexona PésAbrir em uma nova janela , que possui uma fórmula com tecnologia de absorção e fragrâncias especialmente desenvolvidas para garantir que os seus pés se mantenham secos por 48 horas. Assim como o talco, o aerossol também pode ser usado no interior dos calçados.

4. Higienize os pés adequadamente

Uma boa maneira de se manter livre de maus odores é manter uma boa higiene dos pés. Seja se você usou sapatos fechados o dia inteiro ou depois do treino da academia, lembre-se de limpar os pés corretamente.

Procure lavar os pés com um sabonete neutro ou bactericida. E não se esqueça de enxugá-los bem antes de vestir qualquer tipo de calçado, incluindo meias.

5. Escolha as meias certas

Evite as meias feitas a partir de materiais sintéticos, pois elas não absorvem umidade, o que torna difícil a evaporação do suor. Prefira as feitas de algodão, pois esse tecido absorve a umidade e diminui as chances do chulé nos pés aparecer.

Tomando alguns cuidados simples no dia a dia é possível driblar o mau cheiro nos pés e ficar um passo à frente desse problema. Além disso, uma boa higiene e cuidado também evitam o desenvolvimento de problemas mais delicados, como micoses e frieiras, por exemplo. Leia mais aqui Abrir em uma nova janela

sobre as possíveis causas do mau cheiro nos pés.