Skip to content

Suor noturno infantil: causas e precauções

O suor noturno infantil é uma condição mais comum do que se imagina. Existem crianças que transpiram bastante durante o sono, ainda que a sua temperatura esteja normal e não estejam vestidas com muita roupa. 

A sudorese noturna infantil pode surgir por diversos motivos e, apesar de nem sempre ser preocupante, em alguns casos pode ser indício de alguma doença em curso. Portanto, é importante observar em que situações o suor aparece. E se ele for acompanhado por sintomas - como febre, calafrios, perda de peso, alterações hormonais ou infecções - é importante procurar auxílio médico.

Sudorese noturna infantil: causas

Existem vários motivos que podem desencadear o aparecimento do suor noturno em crianças, dentre eles:

  • Roupas muito grossas - O excesso de roupas ou pijamas de tecidos muito “pesados” podem causar o suor noturno excessivo infantil. Isso, pois acabam gerando muito calor, ainda mais se forem associados ao uso de roupas de cama de materiais mais grossos e cobertores.
  • Dormir logo após as refeições - Quando a criança tem o costume de ir para a cama logo após o jantar, é normal que haja maior quantidade de suor. Isso, já que a digestão naturalmente provoca um aumento da temperatura corporal, que é compensada pelo organismo através do suor.
  • Após um dia muito enérgico - Durante um dia de muitas atividades e agitação é comum que as crianças tenham um boa noite de sono. Porém, nesse processo de desaceleração, o corpo produz excesso de suor. Tal qual quando praticamos algum esporte e continuamos transpirando mesmo após o término das atividades, enquanto o corpo diminui a aceleração causada pela agitação.
  • Hiperidrose - A hiperidrose em crianças não é tão comum quanto em adultos, mas pode ocorrer por diversos fatores, incluindo disfunções hormonais. As crianças que possuem essa condição transpiram com mais facilidade. Ou seja, é comum que durante a noite haja o aparecimento de um suor mais abundante sem que haja indício de algum problema secundário.
  • Metabolismo acelerado - Cada pessoa possui um tipo de metabolismo. Crianças que possuem uma atividade metabólica mais acelerada, são mais propensas à sudorese, já que o corpo trabalha em um ritmo maior, podendo desencadear o suor noturno.
  • Apneia do sono - A apneia do sono pode ser outra causa da sudorese noturna. Este distúrbio é caracterizado pelo bloqueio da respiração por alguns segundos e pode ocorrer diversas vezes à noite.  A queda da oxigenação no sangue leva a ativação do sistema nervoso, podendo causar os suores noturnos. Neste caso é de extrema importância que o problema seja diagnosticado e mais bem avaliado por um médico.

Suor noturno em crianças pode ser tratado?

Existem algumas formas de controlar a sudorese infantil noturna, como por exemplo:

  • Manter a temperatura do quarto agradável, deixando sempre uma porta ou o vidro das janelas abertos para que haja a circulação do ar.
  • Utilizar pijamas mais frescos, de preferência os feitos de algodão.
  • Em dias mais amenos, dar preferência para a roupas de cama mais leves, para que a criança não fique com calor.

O suor noturno infantil costuma causar muita preocupação nos pais e sua origem deve sempre ser investigada por um médico para descartar qualquer tipo de relação com problemas de saúde. Leia mais sobre suor na adolescência nesse artigo.

*O uso de desodorante, sem substâncias antitranspirantes, é indicado a partir dos 8 anos de idade e deve ser utilizado sob a supervisão de um adulto ou responsável.  

**O uso de antitranspirantes é indicado a partir dos 12 anos de idade.