Skip to content

Entenda sobre o suor excessivo em crianças

Geralmente, o suor excessivo em crianças não é um problema grave, mas pode atrapalhar qualidade de vida dos pequenos. A hiperidrose infantil – suor excessivo em crianças -, pode ser fonte de stress, impactando tanto as relações quanto a autoestima das crianças.  Além disso, com o suor excessivo, as roupas podem ficar manchadas e com um cheiro desagradável com o tempo. 

Se você notou que o seu filho ou filha está suando em excesso, é válido marcar uma consulta com o médico, que poderá investigar a situação profissionalmente, indicando o tratamento mais seguro e eficaz. A seguir, descubra mais sobre o suor em crianças, suas possíveis causas e formas de lidar com o problema. 

Suor excessivo em crianças: causas e tratamentos

O suor é essencial para regular a temperatura do corporal. É normal que o suor ocorra em dias mais quentes, em situações de stress ou após a prática de atividades físicas, por exemplo. Porém, o suor excessivo em crianças, mesmo quando o corpo está parado, pode indicar um quadro de hiperidrose infantil. 

Causada pela hiperatividade das glândulas sudoríparas, a hiperidrose infantil não é tão comum quanto em adultos. Momentos de tensão, ansiedade e nervosismo, acabam estimulando a produção de suor que, nos casos de hiperidrose, é ainda mais intensa. Mãos, cabeça, axilas ou pés, a hiperidrose pode aparecer no corpo todo. 

Como a hiperidrose pode decorrer de diferentes causas - de emocionais à hereditárias -, a melhor forma de lidar com o suor excessivo em crianças e aliviar o desconforto, é procurandoa auxílio médico e ajuda profissional. Para saber mais sobre sobre a hiperidrose, confira este artigo.

Sudorese infantil: e o mau cheiro?

Vale lembrar que o suor em si não tem cheiro. O suor com mau cheiro, também chamado de bromidrose, é causado pelas bactérias e fungos que se proliferam nas regiões mais úmidas e pouco ventiladas do corpo, como as axilas e os pés  É por esse motivo que, principalmente no caso de crianças com suor excessivo, é essencial que os pais redobrem o cuidado com a higiene pessoal dos filhos. 

A higiene pessoal começa em casa e é durante a infância que as crianças aprendem a cuidar do próprio corpo. Portanto, se você notou que o seu filho ou filha está com mau cheiro corporal, relembre os passos básicos de higiene: tomar banhos regulares, cortar as unhas e manter as mãos sempre limpas. Sabonetes antissépticos ajudam no controle das bactérias indesejadas, mantendo a família protegida dos germes - e também do mau cheiro. 

Casos de crianças suando muito devem ser acompanhados de perto pelos pais ou responsáveis, para que a causa do problema seja detectada e as medidas necessárias sejam tomadas. No caso de dúvidas, consulte um médico especialista para que os produtos adequados sejam utilizados da forma certa e, sempre sob a supervisão de um adulto. Assim é possível que ela volte a se sentir à vontade para aproveitar a infância com mais qualidade de vida. 

*O uso de desodorante, sem substâncias antitranspirantes, é indicado a partir dos 8 anos de idade e deve ser utilizado sob a supervisão de um adulto ou responsável. 

**O uso de antitranspirantes é indicado a partir dos 12 anos de idade.