Skip to content
coceira e fungo nos pés

Coceira e fungos nos pés: como lidar com o problema

As micoses - também conhecidas como “frieira”, “tinha” ou “pé-de-atleta” - são infecções muito comuns que geralmente acometem a pele, as unhas ou o couro cabeludo. Além de bastante incômodas, também são altamente contagiosas.

O fungo no pé é um dos mais comuns, pois essa região é constantemente exposta ao excesso de calor e umidade - principalmente pelo uso de sapatos fechados e sem ventilação. Aprenda mais a seguir sobre micose nos pés e como tratar o problema.

O que causa micose nos pés?

A micose nos pés é uma infecção causada por fungos nos pés que já são naturalmente encontrados no nosso corpo sem nos causar nenhum problema. O problema ocorre quando esses micro-organismos começam a se reproduzir muito rapidamente e em maior quantidade. 

É muito comum o aparecimento de micose nos dedos dos pés, pois esta é uma região que costuma ficar mais úmida. Se tornando o habitat perfeito para a proliferação em demasia de fungos, que adoram ambientes fechados e úmidos. 

A micose nos pés costuma ser um problema fácil de ser resolvido, porém os sintomas costumam ser desagradáveis, se caracterizando por coceira e queimação nos dedos e nos pés, fissuras e descamação, manchas brancas e chulé, que podem atrapalhar algumas atividades do dia a dia. 

Tipos de micose nos pés

Os tipos de micose nos pés mais comuns são:

  • Tinhas – caracterizada por apresentar manchas vermelhas com bordas bem definidas e que coçam bastante. Quando ela ocorre nos pés, é conhecida como “pé-de-atleta.” Nas crianças, é comum que as tinhas apareçam no couro cabeludo. Forma-se uma placa e crostas escamosas que causam muita coceira e desconforto.
  • Pitiríase Versicolor (“Pano branco”) - esse tipo de micose é caracterizado por pequenas manchas esbranquiçadas. Geralmente é formado um agrupamento delas, mas essas manchas também podem aparecer de forma isolada, que surgem comumente na parte superior dos braços, rosto e pescoço. Esse tipo de micose possui uma leve área de descamação em sua superfície e raramente causa coceira.
  • Onicomicoses - essa infecção acomete as unhas tanto das mãos como dos pés, as tornando mais grossas e com coloração amarelada. É comum que a unha se descole totalmente da pele e que a sua forma seja alterada. Este problema costuma causar dor e muito desconforto, podendo se tornar recorrente.

Como acabar com micose nos pés

O que é bom para micose nos pés pode variar de acordo com a intensidade da infecção e de seus agentes causadores. Por isso, o recomendado é buscar a  ajuda de um profissional da saúde, que poderá prescrever o melhor tratamento para cada caso. 

Para evitar as micoses, alguns cuidados e precauções são essenciais, por exemplo: 

  • Opte por calçados arejados, que possibilitam a circulação do ar. 
  • Use meias e calçados limpos, sempre. 
  • Utilize antitranspirantes para ajudar à manter os pés secos. Rexona EFFICIENT proporciona pés protegidos ao longo do dia, controlando a sudorese excessiva na região e evitando assim que o pé fique exposto ao suor por longos períodos. 
  • Mantenha a higiene do pés. Veja aqui mais detalhes do que fazer para manter uma boa higiene para saúde dos pés.
  • Antes de calçar meias e sapatos, certifique-se que os pés estão secos. O excesso de umidade e calor é um dos fatores que causa micose nos pés.

Micoses podem ser diagnosticadas a partir da sua aparência e sintomas. Caso haja o aparecimento de algum dos sinais citados ou piora do quadro, mesmo após o início do tratamento adequado, é importante consultar um médico para esclarecer todas as dúvidas. 

Mais Rexona